Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

boemia (C. Leonardo B. Antunes)

sempre se fala 
em noite de boemia
de como a cervejinha
faz o fumante querer um bom cigarro

mas uma verdade bem maior
jamais ouvi alguém ousar dizer
mas ei-la

no ápice da degradação
o sujeito quer mesmo
é uma coca zero

incontornável acompanhante
para sua balinha de goma

Últimas postagens

A Glauco Mattoso (C. Leonardo B. Antunes)

pergunto quem irá chorar por nós (C. Leonardo B. Antunes)

Elegia para meu avô Mário (C. Leonardo B. Antunes)

Varlam Chalamov, "Nudez, pobreza, solidão" (tradução: Leonardo Antunes e Denise Sales; música: Dmitri Pestrikov)

Ashe Vernon, FIO DE AÇÚCAR (trad.: C. Leonardo B. Antunes)

Catulo, 85 (trad.: C. Leonardo B. Antunes)

outono (C. Leonardo B. Antunes)

EKPHRASIS (C. Leonardo B. Antunes)

Hino Homérico 3, a Apolo (trad.: C. Leonardo B. Antunes)

inexiste aprendizado (C. Leonardo B. Antunes)